5 ideias para o varejo eletrônico na quarentena

by Rafael Pereira
0 comment

1 – Seeding nas redes sociais

O trabalho de seeding já é uma tática bem antiga mas agora com o isolamento é uma das ferramentas mais poderosas para os e-commerces.

Basicamente seeding é utilizar conteúdo dentro de grupos para que os usuários debatam, falem e/ou repitam o que está sendo dito, com o objetivo de pequenas viralizações dentro dos nichos do seu produto.

Por exemplo, quem vende pneu pode entrar em grupos de carros e falar das suas promoções, diferenciais e outros perante aquele grupo, podendo inclusive dar vantagens exclusivas.

2 – O poder do frete grátis

Todos sabemos que o frete é fator de decisão na compra no comercio eletrônico, estudos apontam que o frete grátis converte até 82% mais, sendo assim a estratégia de frete grátis tem que ser considerada.

Um bom meio de fazer isto é trabalhar o preço do produto para diminuir o subsídio do frete, negociar com as empresas de logística e claro definir as regiões que fazem sentido.

3 – Aumentar o foco

Normalmente trabalhamos de forma abrangente os produtos do e-commerce, mas este não é o momento.

É hora de trabalhar principalmente os produtos que tem a melhor margem x a melhor venda. Sendo assim, buscar aqueles 20% de produtos que geram 80% do lucro e deixar os produtos mais difíceis de lado.

Assim você tem campanhas mais efetivas com um foco menor mas com uma acertividade muito maior.

4 – As pessoas estão deitadas no celular

Nunca se usou tanto o acesso mobile como neste momento.

Verifique se sua loja é realmente responsiva e se performa bem nos principais devices do mercado. Verifique principalmente a velocidade de carregamento, reveja as imagens de campanha e seus formatos, tenha certeza que a experiência é a ideal.

5 – Evite campanhas que falem da quarentena

Por ser um caso sério, de saúde pública e que envolve o medo das pessoas, não é o momento de falar com o usuário sobre o assunto ou tentar vender o produto como uma oportunidade de negócio.

O ideal é que suas ações de branding ou sociais não se misturem com suas campanhas de performance. Por isto é importante manter as redes sociais com comunicação

No final das contas, como sempre não existe mágica, mas é hora de usar a criatividade a nosso favor e aproveitar que o mercado de delivery deve impulsionar o número de usuários que compram online.

Boas vendas.

You may also like

Leave a Comment