Todo mundo que trabalha com e-commerce ou varejo digital já se pegou pensando se e-mail mkt realmente funciona!

Normalmente medimos por nós mesmos, onde abrimos um número baixo de e-mails, mas esta não é a realidade do mercado, e-mail mkt ainda é uma das melhores opções para a performance digital, principalmente devido ao seu custo, muito vezes com um CPA muito maior que os demais. Ainda é preciso lembrar a importância do e-mail marketing no relacionamento com o cliente (seja B2B ou B2C), e-mails transacionais eficientes e também da necessidade do trabalho de recuperação de carrinho, que chega a recuperar até 48% dos carrinhos abandonados.

Bom, hoje a dica da G+P é como fazer um e-mail mkt efetivo e performático, que venda de verdade!

Vamos às 7 dicas sobre e-mail mkt:

A importância do título do e-mail marketing

O primeiro ponto a se entender e nossa primeira dica é sobre o título do e-mail, mas por que ele é tão importante?

Existem 2 motivos principais, primeiro, não cair no spam, que falamos mais para baixo, depois é a primeira barreira do convencimento, o título é onde a pessoa decide ou não clicar, logo sem um título chamativo e vendedor você não convence ninguém a abrir.

Inclusive é comum usar estratégias de títulos diferentes a partir do comportamento do usuário e é uma forma também de medir o quanto seu produto é interessante para aquela base, que precisa ser filtrada.

Outra coisa importante é perceber que você precisa se limitar no tamanho das frases, o título de um e-mail mkt não pode exceder 41 caracteres, o ideal é ficar entre 20 e 38 (no máximo), lembrando que no mobile o impacto do corte do texto é maior ainda nos títulos de e-mail. Seja direto e claro sempre.

Não esqueça que o título é um dos primeiros fatores para cair no spam, então tome cuidado!

 

Vai cair no spam?

Um dos maiores medos dos clientes perante ao e-mail marketing é o spam (entenda o conceito de spam clicando aqui).

Mas muito do que se fala não é real! Antigamente (como citado no texto do link) era muito comum cair em spam por causa do peso ou excesso de imagens, hoje a coisa mudou muito, dou alguns exemplos abaixo.

Hoje existem 2 fatores principais para se cair em spam:

1 – Seu email pode cair em spam dependo do seu IP

O seu endereço de e-mail (e seu domínio) tem um IP e se ele estiver em uma blacklist, sinto muito, vai cair MUITO em spam.

Seu domínio entra em blacklist exatamente pelo excesso de e-mails disparados , principalmente sem autorização, para bases compradas ou de terceiros.

Utilize sempre uma ferramenta de disparo para evitar este tipo de problema em vez de disparar do seu próprio e-mail.

 

2 – O texto no e-mail ou no título do e-mail marketing:

É muito comum criarmos títulos vendedores com palavras CTA, como por exemplo, compre agora, super promoção ou últimas unidades e essas são palavras PROIBIDAS no disparo de um e-mail.

Listei abaixo as principais palavras que caem no spam. Existem outras e o sistema dos e-mails muda constantemente, então é apenas uma base, palavras equivalentes devem causar o mesmo impacto. Em caso de dúvida, não coloque:

 

3 – Imagem vs Texto

Um dos maiores mitos do e-mail marketing é se devo usar texto ou imagem, ou melhor, se não devo usar imagem.

Bom, não existe um bloqueio hoje em dia pelo uso de imagem, apesar de indicarmos utilizar apenas 60% do e-mail como imagem, para carregar mais rápido mobile e também para carregar o texto no outlook por exemplo, a taxa de entrega é equivalente com 100% imagem ou com 100% texto, isto tem muito mais a ver com a qualidade da sua base (explico sobre spam neste link, só clicar)

E como chegamos a esta conclusão? São mais de 18 anos disparando e-mails, em tamanho de base são mais de 12 bilhões (isso mesmo, mais de 12 bilhões de disparos de e-mail marketing) de disparos e hoje disparamos por mês mais de 4000 e-mails diferentes para mais de 700 mil pessoas. E basicamente, a taxa de entrega é equivalente com imagem ou sem imagem.

E outro fator interessante é que normalmente os feitos com mais imagens tem mais cliques, sendo assim, você tem mais possibilidade de chamar atenção e vender, claro.

Mas não quer dizer que deva usar imagem em tudo! Sua estratégia deve ser mista, por exemplo, e-mails transacionais, e-mails com inteligência de produtos baseados no perfil, recuperação de carrinho, estes devem ser híbridos sempre.

 

4 – Tamanho do seu e-mail marketing

Outra dúvida que sempre surge é qual o tamanho correto de se fazer um e-mail mkt.

Aconselhamos sempre utilizar a largura de 600 pixels e tentar (quando possível) não exceder uma altura de 1000 pixels. Isto porque, a rolagem é um item que não é garantida!

Também é importante ter em mente a qualidade relativa da sua imagem, não exceda NUNCA mais de 150kb de imagens e de preferência utilize elas linkadas em um servidor, assim não vão no corpo do e-mail e não pesam na caixa do usuário.

Lembre-se sempre do seu tipo de negócio e do momento que o usuário vai abrir seu e-mail, por exemplo, no trabalho ele deve usar um software como o Outlook e verá grande na tela, já um e-mail para vender um pneu ele provavelmente vai olhar no celular.

 

5 – Posição e tamanho do Conteúdo

A posição do conteúdo é um definidor de cliques!

Indicamos que o conteúdo principal do seu e-mail e o primeiro call to action esteja nos primeiros 400px (da altura), isto porque, em ferramentas de e-mail como o outlook, algumas configurações do gmail e outros, temos os filtros na esquerda, as mensagens em meia tela na direita e meia tela onde aparece o e-mail.

Também é importante o tempo de decisão, a atenção humana é ultra limitada, temos que convencer muito rápido (você pode ler mais aqui, clique), então para não perder tempo, a principal informação deve estar nos 400 pixels.

Não menos importante é o tamanho do conteúdo. Mesmo sabendo que temos diversos sistemas que utilizam javascript e/ou css para deixar o e-mail responsivo, eles não são aceitos em diversas plataformas e acabam quebrando.

Por isto o ideal é trabalhar a tabela do HTML sempre em 100% do tamanho e assim quando aberto no mobile por exemplo, o e-mail mkt vai aparecer inteiro. Porém se ele aparece inteiro, ficará pequeno, percebe? Temos então que ter textos e botões grandes, e pensando em usabilidade, dependendo do público, maiores ainda.

 

6 – Base do disparo

A base de disparo é o principal divisor entre sucesso e fracasso, por isto ter uma base boa e muito bem filtrada faz toda a diferença. Um exemplo de filtro é dividir em pessoas que abrem, que clicam e que compram. Depois categorizar estes grupos por tipos ou categorias de produtos, podendo inclusive clusterizar por valores de compra, por tempo que não compra ou até mesmo por localidade.

Quanto mais filtros melhor.

Lembra-se também que estes dados são dados sensíveis e se enquadram na lei geral de proteção de dados, se ainda não está por dentro, leia este artigo (clique e saiba mais sobre LGPD)

 

7 – Display Block

Finalmente, chegamos a nossa última dica é o display block. É comum que no desenvolvimento do e-mail marketing, em alguns lugares, o HTML se quebre criando pequenos espaços entre as imagens, como no exemplo abaixo.

Por isto, o ideal é, para resolver isto, você precisa adicionar um código inline de CSS: style:”display-block” em cada imagem.

Pronto, problema resolvido!

Você está pronto para performar.

Boas vendas.

You may also like

Leave a Comment