É chover no molhado dizer que o mercado mudou, além de estar em constante mudança, a pandemia acelerou todos os processos. (Você pode ler aqui sobre isto)

Ao final da pandemia o Brasil terá entre 16 e 20 milhões de desempregados e na nossa área isto não é diferente.

Por isto resolvi escrever algumas dicas sobre o que tenho visto em buscas de empregos somando mais de 18 anos de experiência em grandes agências e selecionando profissionais para todas as áreas, desde atendimento e mídia até profissionais de arte, design e desenvolvimento.

Apesar de tudo, estes tempos trouxeram muitos ensinamentos e como dizem por aí, enquanto uns choram outros vendem lenços.

Resumi tudo aqui em 10 dicas que acredito serem valiosas e algumas são o que considero os principais erros para conseguir uma vaga!

Dica 1 – Cuidado com as redes sociais

Acho que uma das dicas mais valiosas que vamos ver aqui, é o cuidado com as redes sociais, a maioria dos headhunters busca informações em redes sociais, muitas vezes mais profundamente do que imagina, sendo assim não é incomum ser eliminado de uma vaga por causa de um post, mesmo que seja uma brincadeira, as pessoas que selecionam levam bem a sério este tipo de assunto.

Por isso tome cuidado, não só nas suas postagens pessoais, mas também nas postagens e discussões que faz nos grupos do assunto, as pessoas estão lá e estão avaliando, e mesmo que não estejam, bastaria uma simples busca para encontrar o que você tem falado.

Seja profissional sempre, em todos os ambientes.

Dica 2 – Não determine seu conhecimento sem que seja um pedido claro

Uma das coisas que vejo de forma recorrente, principalmente a caráter de desenvolvimento e design é a adição de um meio que determina o tamanho do seu conhecimento, como bolinhas, estrelas ou o famoso “avançado”, tome muito cuidado, você às vezes não é tão avançado quanto pensa e isto pode te queimar na hora!

Recebo entre 40 e 60 portfólios/currículos por semana e sempre vejo coisas como “5/5 em Photoshop” e posso afirmar que dificilmente alguém sabe 100% de qualquer assunto que seja.

Deixe estes dados para a entrevista, onde terá a oportunidade de falar sobre o tema, no seu material coloque apenas as ferramentas que trabalha, será mais fácil buscar.

A única exceção que enxergo é quando claramente na vaga o contratante peça algo especificamente avançado, mas ainda neste caso, ele já imagina que quem vai enviar se considera avançado.

Dica 3 – Não critique vagas em ambientes digitais

Outra coisa que vejo bastante são as críticas a funções e salários em vagas, não que ache justo as pessoas procurarem funcionários e colaboradores multidisciplinares e baratos, mas existe também um outro lado que é o momento daquela empresa.

Muitas vezes a empresa realmente precisa de um funcionário que tenha 7 ou 8 funções distintas e só pode pagar um valor baixo. Mas normalmente nestes casos o conhecimento desta pessoa nestas área também é ultra reduzido.

Mas a dica não é em defesa das vagas absurdas e sim do cuidado que deve ter ao comentar, pois como disse acima, você será avaliado por estes comentários também.

Uma das primeiras coisas que aprendi no mercado é nunca criticar o emprego anterior na entrevista do novo, o avaliador vai perceber que você também vai criticar este.

As vezes é melhor ignorar do que correr o risco de ser mal interpretado.

Dica 4 – O mercado está cheio de assistentes de cabelo branco

Esta é uma máxima do mercado de comunicação, existem muitos e muitos profissionais com anos de carreira e quem ainda tem um comportamento ou entrega de um profissional junior.

Não é incomum ouvir a frase em diversas agências e estúdios. Por isto é importante sempre reavaliar seu trabalho, não apenas com a opinião das redes sociais, mas buscar profissionais mais experientes e quando digo isto, reforço, profissionais que tenham já trabalhado com grandes marcas, com prêmios, não apenas com tempo.

Perceber que não é tão bom quanto pensa vai te ajudar a crescer!

Dica 5 – Tenha vontade de aprender

Aproveitando o gancho anterior, sempre ouvi dizer que quem acha que sabe algo, perde o direito de aprender. Por isso tenha foco e continue sempre aprendendo, sempre melhorando, nunca esteja contente com o seu trabalho, seja na maneira que atende um cliente ou como desenvolve um planejamento estratégico.

Tenha em mente que a arte nunca termina, o que termina é o prazo.

Aprenda sempre e faça o seu melhor.

Dica 6 – Cursos online e Youtube são fonte de conhecimento importante

Muita gente fala “Médico nunca para de estudar”, e a gente para? Sabemos que a comunicação é desvalorizada, mas é um ambiente que exige muito estudo, principalmente porque hoje você atende clientes que vão de hamburguerias, carros, energia solar até eletroeletrônico, ou seja, você está em constante evolução de conhecimento multidisciplinar para poder acompanhar o mercado e seus clientes.

Então não pare de estudar nunca, tire uma hora se possível por dia, para se atualizar, tenha foco, claro, mas determine quais dias da semana pode e quais assuntos vai abordar por dia. Existem cursos online muito acessíveis abaixo de 30 reais e que podem ser parcelados.

Também tem a possibilidade de estudar via Youtube com diversos canais gratuitos e com conteúdo extremamente relevante.

Dica 7 – Faça uma breve descrição sobre você

Muitos dos currículos e portfólios que recebo não tem uma descrição pessoal, vem apenas escolaridade, experiência e ferramentas de trabalho.

Diversas vezes ignorei material por ser genérico demais. Aproveite um espaço inicial para vender o seu peixe.

As pessoas que estão te analisando não tem tempo infinito e sua tomada de decisão leva milésimos de segundos, então precisa chamar sua atenção (Aqui pode ler um texto sobre atenção humana).

Aproveite que antes da entrevista já precisa ganhar a atenção, se descreva de forma clara e objetiva mas tente se vender, talvez não tenha segunda chance.

Dica 8 – Cuidado com fotos em currículo

Outro ponto que queria citar são a das fotos no currículo, tome cuidado com isto, sempre coloque fotos de caráter profissional, onde suas roupas condizem com o seu trabalho.

Sei que muita gente vai torcer o nariz “Ah mas a comunicação permite usar o que quiser”, pois é, mas as agências e estúdios ainda são comandados por pessoas mais velhas, isto sem falar dos clientes, ou acha que vai encontrar um mega empresário de 14 anos?

Acreditem, este mundo tem muito mais preconceitos do que podemos imaginar, então tente ter uma postura mais séria nos primeiros momentos até entender melhor onde está pisando.

Dica 9 – Linkedin e network

Para mim, o ponto mais importante de todos para conseguir uma vaga é sua capacidade de se relacionar, no mercado de grandes agências e estúdios, 90% das vagas são por indicação e network se torna a ferramenta mais importante que vai ter para se realocar no mercado ou mesmo entrar.

Sendo assim, a dica é se relacione com profissionais do mercado, adicione no seu linkedin, mande mensagens, comente nas suas postagens, dê parabéns no aniversário, mande seu material para eles avaliarem e OUÇA COM ATENÇÃO seus feedbacks.

Nada como um bom network para crescer no mercado.

Dica 10 – Portfólio e Currículo SEMPRE ATUALIZADOS

Por último mas não menos importante, tenha SEMPRE seu material atualizado, as vagas surgem muito rápido e muitas vezes com grande urgência, não perca tempo, faça hoje mesmo seu material e atualize-o semanalmente com o que aprender.

Espero que possa ter ajudado de alguma forma.

Boa busca!

You may also like

Leave a Comment