Storytelling superou a análise?

by Rafael Pereira
0 comment

O Impacto das Artes Liberais na Indústria de Análise 

Enquanto a indústria analítica continua a buscar profissionais talentosos que lidam com dados e as organizações procuram melhorar sua equipe analítica, pode ter passado desapercebido a quantidade de talentos que já haviam ao seu redor. Não é nenhuma surpresa o quanto as artes e o Storytelling influenciaram a indústria analítica. A novidade de fato, é como aspectos técnicos da criação de um painel analítico, anteriormente  reservado para a área de TI, estão sendo assumidos por pessoas que entendem a arte da narrativa – uma habilidade advinda principalmente das artes liberais. Além disso, as organizações estão atribuindo um valor maior na contratação de trabalhadores que podem usar insights dos dados e assim impulsionar a transformação através da arte e da persuasão, não só pautado na pura análise.

     À medida que as plataformas tecnológicas se tornam mais fáceis de usar, o foco nas especialização tecnológica diminui. Todos podem lidar com os dados sem necessariamente ter as habilidades técnicas aprofundadas. É nesse cenário que pessoas com habilidades mais amplas, inclusive as voltadas para as artes, se destacam, provocando impactos positivos. Isto é uma grande tendência para 2018, que pode se tornar uma vantagem competitiva das organizações.

         Essa nova geração de trabalhadores de dados foram impactadas por líderes de empresas baseadas em tecnologia, mas que têm uma grande aptidão para as artes. Nisso se inclui os fundadores da Slack, LinkedIn, PayPal, Pinterest, entre outras. Outro exemplo é a Nissan ter contratado uma antropóloga, Melissa Cefkin, para liderar a pesquisa da empresa sobre interação homem-máquina e, especificamente, interação entre automóveis auto-dirigidos e humanos.

        Tudo isso só vem para provar que as artes e a tecnologia convergem a cada dia, se tornando indissociáveis uma da outra. O foco não é mais entregar simplesmente entregar dados, mas elaborar histórias direcionadas a dados que inevitavelmente levam a decisões, evoluindo a análise para um lado mais artístico, além do já consagrado científico.

You may also like

Leave a Comment